No Brasil, por ocasião do segundo domingo de maio, comemora-se o Dia das Mães. Trata-se de uma data especial, pois nesse dia as mães recebem presentes e homenagens dos filhos que estão perto e longe.

Da perspectiva histórica, a ideia de criar uma data em homenagem às mães se originou nos Estados Unidos, em 1904, por Anna Jarvis. Seu objetivo era criar uma data para homenagear sua mãe em razão do brilhante exemplo dela ao prestar serviços comunitários durante a Guerra Civil Americana.

Seus pedidos e sua campanha alcançaram sucesso e a data foi oficializada, em 1914, pelo Congresso Norte-Americano. A lei que declarou o Dia das Mães como festa nacional, foi aprovada pelo presidente Woodrow Wilson. Após essa iniciativa, muitos outros países seguiram o exemplo e incluíram a data no calendário.

De fato, esse dia é especial. O comércio dispara nas propagandas e as vendas se multiplicam nos shoppings centers. As agências de viagens aumentam o faturamento em razão do deslocamento de pessoas para todas as partes do país. Independentemente das razões para a comemoração do Dia das Mães, essa data tem grande importância. Faz bem aos filhos ter um dia especial para chamar de Dia das Mães. Um dia para comemorar seja através de um presente ou de um abraço.

A mãe desempenha papel fundamental no processo de formação dos filhos. Ellen G. White, escritora cristã escreveu: “A primeira professora da criança é a mãe. Nas mãos desta, acha-se em grande parte sua educação, durante o período de seu maior e mais rápido desenvolvimento. À mãe oferece-se em primeiro lugar a oportunidade de modelar o caráter para o bem ou para o mal. Ela deve compreender o valor dessa sua oportunidade, e acima de qualquer outro professor, cumpre que esteja habilitada a fazer uso dela, de modo a obter os melhores resultados” (Orientação da Criança, p. 63).

A saúde emocional e psíquica dos filhos está relacionada com o papel da mãe na família. A mãe atua como conselheira e orientadora; demonstra de maneira prática seu carinho e amor pela família; é nesse ambiente que os filhos crescem e adquirem maturidade para a vida. A influência da mãe no lar rompe os limites geográficos da família e se estende para os futuros lares dos filhos. Estes, ao saírem do lar de sua infância por razões de estudo, trabalho ou casamento levarão a influência exercida pela mãe que tiveram em casa.

É impossível avaliar devidamente o papel e a influência de uma verdadeira mãe. Falando da mulher sensata, o sábio Salomão declarou: “Feliz quem a encontrar! É muito mais valiosa que os rubís” (Provérbios 31:10).

Realmente, o segundo domingo de maio é um dia mais do que próprio para demonstrar carinho e amor por este ser que se chama mãe, afinal de contas ela foi a primeira pessoa a cuidar com amor de nossa saúde.

 

Imagem: Daniel Oliveira

 

Estrutura Veja como adquirir a Revista Vida e Saúde.