Para ser considerado saudável, um organismo deve estar em equilíbrio. Tal equilíbrio é alcançado quando se considera o organismo como um todo, atuando como uma peça única e não em porções isoladas e independentes. Poderia ser comparado a uma orquestra sinfônica em que um único instrumento desafinado estragaria toda a harmonia que se espera da música. Para desenvolver um bonito som, mesmo um instrumento isolado precisa que todos os seus componentes estejam perfeitos, afinados, equilibrados, enfim, adequados ao som que se quer produzir. Numa orquestra sinfônica, os instrumentos devem estar afinados entre eles, no mesmo ritmo proposto e seguindo o padrão definido pela música escolhida.

Veja abaixo algumas atitudes simples, mas que fazem a diferença:

Água

O aumento da ingestão de água ajuda na desintoxicação do organismo que sofre os danos causados pelo estresse, pela má alimentação e poluição das grandes cidades. Há também a perda da umidade natural do organismo que ocorre nos indivíduos que vivem em ambientes com ar condicionado ou que passam pela despressurização durante a decolagem de aviões.

A água fortalece o sistema imunológico, limpa e elimina impurezas, hidrata, repõe as perdas hídricas que são em torno de 2,5 litros por dia. Além disso, transporta os nutrientes, participa das reações químicas de manutenção da vida, fluidifica as secreções, favorece a flexibilidade muscular, lubrifica as articulações e mantém a temperatura corporal.

A ingestão de 2 a 3 litros de água por dia é um processo simples, além de ajudar na manutenção do equilíbrio físico, uma vez que ela ocupa 70% da nossa constituição orgânica.

Repouso

Outra maneira singular de cuidar da saúde é por meio do repouso. Ele tem sido esquecido, pois o trânsito, as obrigações sociais e profissionais, além do acúmulo de informações que violentam os momentos de descanso, impedem que ele ocorra em tempo adequado e suficiente, para que as células se recomponham após terem sido distorcidas e modificadas ao longo do dia.

Seis a oito horas de sono por dia, em ambiente escuro, fazem com que o organismo remova do corpo substâncias responsáveis pelo envelhecimento e adoecimento. O repouso sabático recomendado pela cultura judaica e por cristãos evangélicos como os Adventistas do Sétimo Dia, tem se demonstrado um componente positivo na prevenção de doenças. Trabalhos científicos sobre o tema comprovam essa realidade.

Alimentação

Hipócrates, o pai da medicina disse: “Que o teu alimento seja o teu remédio”. No quinto século a.C., ele já considerava o que os meios científicos e a própria mídia comprovaram muitos séculos depois. A alimentação é outra forma de melhorar a qualidade de vida e prevenir doenças. Hoje já está demonstrado o aumento da frequência de determinados tipos de cânceres relacionados a hábitos alimentares errôneos.

A recomendação é ingerir os alimentos em seu estado natural, sempre que possível, evitando-se a ingestão de frituras, alimentos gordurosos e carne animal. O uso de cereais integrais, frutas, verduras, legumes e leguminosas protegem o organismo e ajudam a eliminar substâncias nocivas ao corpo. Deve-se observar o horário das refeições, evitando excesso alimentar à noite para que os processos envolvidos na digestão não sejam intensos, o que permitirá descanso do organismo como um todo.

Luz solar

Devido às suas propriedades bactericidas, a luz solar é recomendável quando utilizada com equilíbrio, em horário adequado e com proteção por meio de filtro. É coadjuvante na produção de vitamina D e previne doenças. Além disso, aumenta as taxas de cálcio e fósforo, melhora a circulação sanguínea e a produção de anticorpos, além de regular as funções hormonais e liberar endorfinas.

Exercício físico

Inúmeros trabalhos científicos têm demonstrado os benefícios de abandonar o sedentarismo, independentemente da prática escolhida. A atividade física regular deve tornar-se um hábito, mas sempre antecedida de avaliação. Os exercícios deveriam ser equilibrados entre aeróbicos, tais como corrida, caminhada, natação, e intercalados com práticas relaxantes e de alongamento.

A avaliação clínica por profissional habilitado deve ser realizada antes de iniciar qualquer atividade física, para prevenir alterações articulares, musculares e mesmo problemas cardiológicos, que podem ocorrer pela opção inadequada da modalidade.

Abstenção de drogas

O uso de substâncias tóxicas tais como álcool, cafeína e fumo deve ser eliminado totalmente para evitar sobrecarregar os órgãos responsáveis pela eliminação de toxinas. Além disso, sabe-se que álcool e fumo provocam doenças como as do coração e diversos tipos de câncer.

Sociabilidade

De certa forma, a qualidade de vida está relacionada com o equilíbrio em que o ser humano integral mantém-se sem grandes desvios em relação à sua estabilidade física e mental e na relação com o meio ambiente. Participar de um grupo social, ter amigos, praticar um hobby, estar em contato com a natureza e buscar o fortalecimento emocional, aprendendo a respeitar os próprios limites, colabora com a busca da felicidade. Tal felicidade não está relacionada com o evitar o sofrimento, mas com a serenidade em meio às agruras que a vida por vezes apresenta.

Adquirir vida saudável e equilibrada é realmente uma grande obra de arte e compete a cada um ser o principal protagonista e arquiteto de suas escolhas.

 

 

Imagem: Taka  / Fotolia
Fonte: Revista Vida e Saúde – Novembro de 2008.