Imagine a cena: o professor de filosofia indica como atividade a análise de um filme desconhecido. Você fica empolgado com a tarefa, mas depois de duas horas de exibição, algumas dúvidas pairam sobre sua cabeça: o que vou apresentar na próxima aula? Se você já assistiu a um filme e não entendeu nada, veja algumas dicas úteis para você se sair bem na próxima experiência.

 

EXPLORE

Antes de começar a ver o filme, pesquise as informações básicas dele: título original, ano de lançamento, gênero, classificação etária e perfis do diretor e atores. Além disso, procure por resenhas críticas em sites especializados.

 

OBSERVE

A mensagem do filme é potencializada pelos seus efeitos especiais e sua trilha sonora. Em A Lista de Schindler (1993), exibido em preto e branco, há uma cena curiosa: uma garota aparece com um casaco vermelho. Certamente esse recurso quer dizer algo importante.

 

ANÁLISE

Ao assistir ao filme, busque compreender a estrutura: seu roteiro e narrativa são originais ou adaptados? Como a história é contada? Existem diversas formas de se narrar uma história: a mais tradicional (início, meio e fim); o flashback; utilizando-se de um narrador; ou o relato em primeira pessoa.

 

IDENTIFIQUE

Procure compreender qual é a ideia dominante, a ideologia que sustenta a história. Observe quais são os símbolos, metáforas ou discursos que deixam clara a mensagem da obra. Tente definir em uma ou duas palavras o tema central do roteiro. Por exemplo, o filme A Queda (2004), poderia receber as seguintes tags: nazismo, biografia, guerra.

 

PRESTE ATENÇÃO

Observe com muita atenção os personagens. Considere o significado de seus nomes, o perfil psicológico, os valores que defendem e sua participação na trama. Mantenha-se ligado nos diálogos, pois eles são fundamentais na compreensão da mensagem. Se você já assistiu ao filme Sociedade dos Poetas Mortos (1989), sabe que a expressão carpe diem é significativa para se entender a lição que ele traz.

 

DISCUTA

Faça uma lista de pontos positivos e negativos do filme e compartilhe suas conclusões. Aproveite a oportunidade e confronte a ideologia do filme com sua própria forma de pensamento. Essas reflexões enriquecem a compreensão da obra e favorecem o amadurecimento de seu senso crítico.

 

 

 

Fonte: Revista Conexão 2.0 – 1º trimestre/2015. Autoria: Wellington Barbosa
Imagem: aa_amie/Fotolia