O MEC entregou a versão final da BNCC da Educação Infantil e Ensino Fundamental ao Conselho Nacional de Educação (CNE). Após análise, o CNE vai elaborar um parecer e um projeto de resolução e a BNCC volta para o MEC para homologação. Só depois passa a vigorar oficialmente. A partir da BNCC, estados e municípios terão prazo de dois anos para elaborar os próprios currículos. Eles definirão como os objetivos de aprendizagem estabelecidos devem chegar aos estudantes de escolas públicas e privadas.

A Base Nacional Comum Curricular define dez competências gerais, que deverão ser desenvolvidas em todas as disciplinas. Entre essas competências está a necessidade de a escola ser capaz de fazer o estudante se conhecer, apreciar-se e cuidar da sua saúde física e mental, reconhecendo suas emoções e dos outros. O objetivo é atingir a chamada formação humana integral.

De acordo com a BNCC, as crianças deverão ter acesso desde cedo a conteúdos de Língua Portuguesa e Matemática. Até o 2º ano do ensino fundamental, geralmente aos 7 anos, os estudantes deverão ser capazes de ler e escrever. Além disso, aprenderão conteúdos de estatística e probabilidade.

Baixe a última versão da BNCC

 

ENSINO MÉDIO

A previsão do Ministério da Educação para a entrega da BNCC do ensino médio ao Conselho Nacional de Educação é no segundo semestre deste ano. A parte do ensino médio foi desmembrada das demais. A intenção é que o documento se adeque à reforma do ensino médio.

 

 

Fonte: Agência Brasil