O início da vida estudantil acaba sendo acompanhado muito de perto pela família, mas com o passar do tempo, existe a necessidade de se desenvolver o estudo autônomo. Estudar sozinho nem sempre é fácil, mas torna-se necessário à medida que o aluno avança sua escolaridade.

A seguir, mencionaremos algumas dicas que poderão auxiliar você a ter um melhor aproveitamento em seu horário de estudo:

Ambiente: Escolha um ambiente no qual você esteja à vontade, com boa iluminação e bem arejado. Prefira um local onde não seja interrompido ou que tenha estímulos externos que possam distrair a sua atenção. Outro aspecto a ser observado é a cadeira que utilizará, pois, após algum tempo sendo utilizada, não deverá causar dores musculares.

Habitualidade: Procure estudar sempre no mesmo local e horário. Com o tempo, seu cérebro e corpo estarão em “modo” de estudo mais rapidamente.

Pausas: Se entender que é necessário, faça pequenas pausas, mas deixe marcado o local no qual parou, isso facilitará a retomada sem perda de tempo ou esforço para relembrar em que parte estava.

Concentração: Procure evitar sons e movimentos que possam tirar a sua concentração. Isso não significa que precisa de um local totalmente isolado ou sem som. Evite locais com conversas e barulhos repetitivos. Resista atender ao telefone e desconecte-se das redes sociais.

Complexidade: Identifique as matérias que você tem mais facilidade e as mais complexas. Se encontrar dificuldade em algum conteúdo ou exercício, siga adiante e retome em outro momento, pois você poderá encontrar subsídios para a solução passando por outros assuntos ou na resolução de outros exercícios.

Personalize: Descubra como você aprende com mais facilidade. Faça esquemas, gráficos, mapas, resumos sempre que desejar dominar um conteúdo extenso. Leia em voz alta, pois ajudará a decorar detalhes importantes, mas não se detenha em memorizar datas e fórmulas. Faça associações a conteúdos já estudados.

Objetivos: Aproveite o estudo individual para aprender, aprofundar o conhecimento e recordar. Utilize o sistema “aula dada, aula estudada”.

Entenda que um bom atleta, ao iniciar seu treino, não consegue os mesmos resultados que obterá com passar do tempo. Você também, com o passar do tempo, alcançará melhores resultados.

 

 

Imagem: Alphaspirit/Fotolia