Público-alvo: 1º ao 5º ano

 

Justificativa

Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), é preciso que o aluno conheça e valorize a pluralidade do patrimônio sociocultural brasileiro, bem como os aspectos socioculturais de outros povos e nações, posicionando-se contra qualquer discriminação baseada em diferenças culturais, de classe social, de etnia ou outras características individuais. O tema oportuniza ao aluno perceber outros grupos sociais, auxiliando-o  na construção da sua própria identidade, na atuação com o outro e na construção de valores.

 

Objetivo Geral

Compreender que o Dia do Índio é um resgate da nossa história e de nossas raízes.

 

Objetivos Específicos

  • Conhecer e refletir sobre a história dos índios;
  • Conhecer, analisar e debater os hábitos e costumes indígenas;
  • Analisar a influência indígena em nossa vida;
  • Aprender a respeitar os índios com a finalidade de construir a cidadania;
  • A partir do tema gerador, desenvolver atividades nas diferentes áreas de estudo.

 

Metodologia/Procedimento

  • Proponha uma pesquisa direcionada, através de um roteiro, com perguntas previamente elaboradas para que os alunos descubram mais sobre o modo de vida dos indígenas antes da chegada dos portugueses ao Brasil, fazendo uma comparação com os dias atuais. O que mudou? O que foi preservado? Outras descobertas podem ser incluídas: Qual a origem do dia do índio? Como vivem os povos nativos? Onde estão localizados os indígenas brasileiros? Quais são as tradições indígenas? Quais utensílios típicos são fabricados pelos índios? Qual a influência indígena na língua portuguesa? Ainda existe preconceito em relação aos índios? Qual a influência da cultura indígena no artesanato? Incentive-os a descobrirem algumas curiosidades indígenas.
  • Procure não enfatizar a imagem do índio do século passado usando poucas roupas; que vive somente nas matas e caçando animais ou ainda mostrar a oca e a aldeia de forma simplificada;
  • As atividades podem ser direcionadas de forma interdisciplinar durante uma semana.

 

EDUCAÇÃO FÍSICA: Curumim vai pra Oca! Material: Arcos (bambolês). Como brincar: distribuir os arcos aleatoriamente pelo chão, sempre uma quantidade a menos do que o número de participantes. Os alunos devem caminhar entre os arcos, ao sinal do professor “Curumim vai pra Oca!” Devem entrar no arco. Os alunos que não conseguirem entrar no arco ficarão para a próxima rodada. A cada rodada um novo arco deve ser retirado.

LÍNGUA PORTUGUESA: Criar um livro com receitas indígenas.

ARTE: Confeccionar um mural com imagens que caracterizem a história indígena antiga e atual.

GEOGRAFIA: Localizar em mapa ou globo terrestre pontos do território nacional onde há tribos indígenas.

HISTÓRIA: elaborar um cartaz criativo, a partir das informações pesquisadas, sobre o modo de vida dos índios, sua cultura, alimentação, formas de trabalho e sobrevivência.

OUTRA SUGESTÃO:Jogo da memória ou um quebra-cabeça (com imagens que representam a cultura indígena).

 

Fechamento

Relatório de pesquisa, mural, livro de receitas e a produção de cartaz. Pode ser planejada também uma exposição de todas as atividades realizadas pelos alunos durante o desenvolvimento do projeto para as demais turmas.

 

Avaliação

Participação na construção de ideias, conceitos e atividades a serem desenvolvidas para compreensão do conteúdo proposto.

 

Recursos

  • Laboratório de informática.
  • Cartolina, cola, tesoura, tinta guache.
  • Canetinhas, imagens.
  • Mapa ou globo terrestre.

 

Faça o download do arquivo em PDF

Pages from dia_do_indio

 

Imagem: LCosmo/Fotolia