A Geração Y cresceu. De acordo com o Censo de 2010 do IBGE, já são 68 milhões de pessoas. O crescimento não foi apenas populacional. Os nascidos na década de 1980 e meados de 1990 estão mais maduros e têm gerado filhos. Boa parte das crianças dos anos iniciais da Educação Infantil são frutos dessa jovem geração.

Ao contrário da Geração X (nascidos entre a década de 60 e 70), a Y é praticamente nativa digital. Atraída por tecnologia desde a infância, está acostumada à interação em tempo real por meio da internet. Soma-se a isso a velocidade e a grande quantidade de informações acessadas.  
Veja 6 características desses pais Geração Y.

Mas o que este público prioriza na hora de procurar uma escola para os filhos?  Investimento em tecnologias? Infraestrutura? Atender às demandas do perfil desta geração é um dos principais desafios para os gestores escolares. Visando responder a estas e outras perguntas, a ClassApp (empresa que oferece comunicação escolar especializada por meio de um aplicativo) realizou uma pesquisa em agosto de 2017 envolvendo 4 mil pais de mais de 60 escolas particulares no Brasil de todos os níveis do ensino básico. 

A pesquisa revelou que 82% dos pais consideraram como principal diferencial de uma escola o cuidado e atenção especial com o filho. Em seguida, com 80%, está a excelente educação de valores morais e éticos. Nos demais cinco primeiros lugares encontram-se os itens: relacionamento próximo e participativo com pais e alunos (72%), alto investimento na equipe pedagógica (71%) e excelente material de ensino (67%).  

         Confira as informações completas sobre a pesquisa. 

 

 

Fonte: ClassApp