Talvez você esteja estranhando o título deste artigo. Afinal, como perder uma das festas mais esperadas do ano? O próprio comércio não nos permite esquecer essa data porque para todo lado há luzes piscando, árvores enfeitadas, gente correndo com pacotes de presentes, e produtos, muitos produtos à venda e em promoção. Promoções que fazem com que muita gente gaste o que tem e o que não tem nesse finalzinho de ano.

Durante esses dias também há pessoas que dizem gostar do “espírito do Natal”. A que exatamente estão se referindo? A esse movimento de troca de presentes ou ao real significado da data? Dias atrás vi uma matéria na TV em que o repórter perguntou a vários transeuntes o que eles pensavam sobre o Natal. Fiquei chocada com o que ouvi. A maioria dos entrevistados não citou, nem de longe, o nome de Jesus.

Quero contar uma história para refletirmos na importância desse assunto. Há uma famosa maratona que passa pelos sete continentes mundiais. O pastor adventista Delbert Baker participou desse evento esportivo em 2008. Ele passou por países como Itália, Grécia, Estados Unidos e Chile. Foram longas e emocionantes corridas. A última delas foi realizada no Polo Sul. Ali era um mundo diferente: a temperatura, no dia da corrida, estava na marca dos 23 graus negativos! Não foi fácil.

Ao final da corrida o desejo de todos era voltar logo para casa, afinal, faltavam poucos dias para o Natal. Infelizmente o clima mudou, ventos fortes tomaram conta da região e todos os corredores e organizadores do evento ficaram presos no Polo Sul por mais alguns dias. Para tristeza deles e dos familiares que os esperavam em casa, eles perderam o Natal.

Como boa parte dos corredores sabia que havia um pastor entre eles, pediram que ele falasse alguma coisa naquela noite especial. As palavras do pastor Delbert foram tão tocantes, que alguns dos atletas choraram de emoção. Ele fez com que todos entendessem que eles não haviam perdido o Natal:

– A gente só perde o Natal quando esquece Jesus.
– A gente só perde o Natal quando coloca as coisas, os presentes, os enfeites e os nossos interesses em primeiro lugar.
– A gente só perde o Natal quando esquece o real sentido desta festa – Jesus.

Estamos entrando em dezembro, o mês do Natal. Você tem vários dias pela frente para colocar Jesus em primeiro lugar na sua vida e na vida da sua família. E não importa se no dia 25 vocês vão trocar presentes, o que importa, é que vocês se reúnam para louvar e agradecer a Deus pelo maior presente que Ele poderia ter nos dado: a vida do nosso Salvador.

 

Imagem: Losw / Fotolia