Em nosso país, 19 de novembro é considerado o Dia da Bandeira Nacional. Reconhecida como objeto de maior simbolismo pátrio, a bandeira brasileira possui uma história que vai desde o período do imperial até os dias atuais.

Após a Proclamação da República em 15 de novembro de 1888 houve a troca de símbolos pátrios. No dia 19 de novembro a bandeira imperial (criada por Jean Baptiste Debret) foi substituída pela bandeira republicana (criada por Décio Vilares).

A bandeira da república é uma adaptação da bandeira do império. Utiliza algumas de suas principais características: cores e formas.

Hasteamento da Bandeira Nacional na Praça dos Três Poderes em Brasília.

Hasteamento da Bandeira Nacional na Praça dos Três Poderes em Brasília. (Valter Campanato/ABr)

Veja agora algumas curiosidades sobre o nosso símbolo pátrio:

  • Temos na história do Brasil a descrição de 12 bandeiras.
  • Existe um hino, de autoria de Olavo Bilac e música de Francisco Braga, em homenagem a Bandeira Nacional. Esse hino foi apresentado pela primeira vez em 9 de novembro de 1906.
  • As bandeiras inutilizáveis (sujas, velhas e rasgadas), devem ser incineradas em uma unidade militar, no dia 19 de novembro em cerimônia especial.
  • Todo o ano, em comemoração ao Dia da Bandeira Nacional, acontece em Brasília a troca da bandeira na Praça dos Três Poderes.
  • A bandeira da Praça dos Três Poderes é a maior do país com 280 metros.
  • Em alguns locais, a bandeira deve ser hasteada todos os dias. São eles: Palácio do Planalto; Palácio da Alvorada; Congresso Nacional; ministérios; Supremo Tribunal Federal; repartições consulares; repartições federais, estaduais e municipais situadas na faixa da fronteira, etc.
  • A bandeira não deve permanecer hasteada em período noturno, salvo por uso de iluminação especial.
  • Em 11 de maio de 1992, a Bandeira Nacional passou a ter 27 estrelas; antes possuía 22.
  • Cada estrela presente na bandeira representa um Estado brasileiro.
  • A estrela que se encontra acima da faixa que expressa “Ordem e Progresso” representa o Estado do Pará, que no ano de 1889 correspondia ao maior território acima do paralelo do Equador.
  • A inscrição “Ordem e Progresso” é uma forma abreviada do lema político positivista cujo autor é o francês Auguste Comte: “O Amor por princípio e a Ordem por base; o Progresso por fim”.

Os significados das cores da bandeira são:

  • Verde significa as extensas matas e florestas de todo o Brasil. Também se fala que a cor verde da bandeira foi uma homenagem a Dom Pedro I, que era a cor real da Casa de Bragança.
  • Amarelo representa popularmente o ouro e a riqueza do país. Simboliza também a Casa de Habsburgo da família de Dona Leopoldina, arquiduquesa da Áustria e a imperatriz do Brasil.
  • Azul representa o céu da noite do Rio de Janeiro (então capital nacional) no 15 de novembro de 1889.
  • Branco representa a paz.

 

Veja também como trabalhar cidadania, ética e valores em uma época de grandes e constantes mudanças culturais.