Muitas pessoas têm dificuldades de se planejar quando o assunto é estudo. O que elas precisam entender, porém, é que, para fazer dessa atividade algo agradável, é preciso se organizar a partir de três elementos-chave: planejamento, ambiente propício e energia adequada.

A organização é a porta inicial para que o estudante entenda a importância da gestão do tempo em sua vida. Quanto mais cedo perceber que isso é imprescindível, mais ele poderá gerar e colher frutos com a sua prática. Por isso, elaborei uma lista com ações para tornar o estudo mais produtivo. Confira:

 

PLANEJAMENTO

Crie um plano de estudos

O ideal é elaborar um plano de estudos semanal. Não adianta deixar para olhar na segunda-feira quais são as tarefas do dia seguinte, isso deixa o seu tempo muito apertado e sem espaço para lidar com possíveis imprevistos ou urgências. Minha recomendação é que reserve um dia, e avalie a semana inteira, considerando provas e entregas de trabalhos. A partir disso, monte uma agenda para a sua semana. Você pode colocar essas atividades em um quadro branco, em uma folha de papel, agenda ou mesmo em um aplicativo de celular. O importante é deixar tudo o que deve fazer registrado para ter uma visão geral de todas as tarefas relacionadas ao estudo.

Antecipe as atividades

Ao montar a agenda, visualize o que você pode fazer antes do prazo final. Caso tenha uma prova na quarta, em vez de estudar todo o conteúdo em um único dia, dívida em três etapas, uma em cada dia, com no máximo 30 minutos. Isso ajudará a desenvolver um pensamento sobre a matéria e não te sobrecarregará.

 

AMBIENTE

Ambiente certo

Crie um ambiente que te coloque em um estado propício aos estudos. Evite locais escuros, pois cansam os olhos e tornam a atividade cansativa. Tenha um espaço com uma mesa e uma boa iluminação. Com um lugar específico, você pode criar um pequeno ritual para que o cérebro se adapte a esse padrão de comportamento.

Música nos estudos

Diversas pesquisas comprovam que música clássica barroca ajuda a aumentar o nível de concentração, a ampliar a percepção sobre a matéria, a reter a informação com mais facilidade e ainda contribuem com o desenvolvimento da memória.

 

ENERGIA

Nível de energia

Gosto muito da frase: “a preguiça é o vício do fracassado”. Ou seja, se você está com preguiça de estudar, provavelmente, algo vai dar errado em breve. É preciso ter disposição e energia. Dormir bem para recuperar as energias e se alimentar corretamente são essenciais, pois vão servir de combustível para o cérebro e garantir uma melhora na sua performance. Essas ações são básicas para quem deseja ter mais produtividade nos estudos. Essa atividade não precisa ser chata, basta saber se planejar para se antecipar aos problemas, ter um ambiente que te permita estudar com resultado e ter energia para fazer acontecer.

 

 

 


Fonte: Grupo Image
Imagem: Soleilc1 / Fotolia